Tuesday, 25 November 2008

Ao amigo

Muita paz e cor nessa caminhada breve que é esse plano e, todo nosso conhecimento será guardado por maior que ele seja, nada será em vão. Um fragmento minúsculo contendo isso tudo pra enfim compor a luz que iluminará nossas almas.Um grande abraço e saúde.

Sunday, 16 November 2008

Outro caminho


As vezes algumas escolhas e caminhos são tomados por impulso, bons, ruins...Deus sabe. As consequências disso nem sempre nos poupa de sofrimento, o destino traça a nossa linha de acordo com a velocidade dos fatos, como pólvora agindo sobre nossa aflição queimando fazendo-nos tomar atalhos ou pegar corredores tão estreitos que se quer podemos passar, e as vezes aquele tal caminho não teria sido traçado pra mim, quem sabe?!!Quem dera!se aquele caminho tivesse sido traçado por mim...

Wednesday, 12 November 2008

CorrosÃo

Ainda seremos por vidas o mesmo fruto
do que nos corrói na doce acidez que fere
entre a carne e a pele. Implosão inundada
de sentimentos, momentos passados e fatores
guardados pelo tempo devastando como lava
trazendo abaixo o nosso império corpo nas frias
mãos de nossa majestade o amor.

Monday, 10 November 2008

O novo e o velho.

Consigo sombrear a figura na tela que antes
era só abstrato, mas não tocar.
Poeira e vento atrasam a conclusão desse mito
tão simples quanto o preto e o branco.
Cabelo, barba e a batina branca compõem outro pedaço
da maturidade absoluta que rodeia a sanidade que vaga,
e que é afastada pra bem longe, quase à esquina do que me
faz pensar que continuo capaz de agir sem pensar, coisas
simples sem más consequências, o hoje somente.
Faço então dessa outra metade que me resta e em completa
transição mutante o que não me deixa escolha, o que vem
e forma mudanças evoluindo simultaneamente pisando nos
cacos de fatos passados me equilibrando pra não cair em desespero

à espera de uma imagem bater com a outra no espelho.