Thursday, 4 June 2009

Ate a vontade passar


Inquieto, tranco todas as portas e possibilidades
da mais penetrante agonia, que mesmo assim espera
que sob a fúria de sí eu me renda a tal superiodade
por meio das circunstancias. Perdido em meio
arrogante vapor que sopra esse rosto nobre que sofre
calado, mas que busca a sorte entre as frestas e ranhuras
nas paredes do castelo que ela mesma projetou. Busca essa
à muito perdera a urgência e hoje...engole o choro sem lamúrias
enxugando uma ou outra lágrima.

No comments: