Monday, 29 November 2010

Mal de mim


O mundo eh o mundo em suas mutacoes
A Natureza age furiosamente
E nos efeitos de mim sobre mim mesmo
Caio em minha mais doce armadilha.

3 comments:

Adriana Rocha Geografia/História said...

Quem dera eu pudesse cair nessa armadilha tb, não só doce a armadilha, quanto tão doce é o poeta!! Belíssimo poema!!!

Adri@no said...
This comment has been removed by the author.
Adri@no said...

Obrigado dri!!! Sua apreciacao eh notavel assim como seu carater. bjoo, saudade de vc